Festas juninas: como aproveitar as delícias típicas sem exagero?

Nutricionista também dá dicas especiais para diabéticos e celíacos

As festas juninas estão bombando e, com elas, aquela fartura de doces, salgados e bebidas típicas. Mas é possível desfrutar dessas delícias de forma equilibrada? De acordo com Thays Klein Pegoraro, nutricionista da Hapvida NotreDame Intermédica, sim. “Durante o período, aqueles que apreciam frequentar os eventos devem estar atentos para não exagerar na alimentação e comprometer a saúde.

A primeira dica da especialista é sempre optar por alimentos mais saudáveis e que ofereçam benefícios à saúde. Um deles é o milho cozido, rico em vitaminas, ácido fólico e magnésio. “Ele previne doenças cardíacas, promove a redução da hipertensão e ajuda no controle do diabetes”, explica.

Na lista ainda estão a pipoca, o amendoim, o pinhão e o vinho quente, que deve ser consumido moderadamente, como toda bebida que contém álcool. “Os doces feitos com amendoim podem ser aliados da dieta, pois, embora calóricos, eles proporcionam sensação de saciedade. O pinhão é rico em fibras e ajuda a prevenir muitos problemas intestinais. Ele também é indicado para quem tem problemas de pressão arterial, já que auxilia no controle da mesma”, orienta.

 
Diabéticos e celíacos

As pessoas com diabetes precisam de mais atenção durante as festas. Para começar, o ideal é que saiam de casa sabendo que a glicemia está sob controle para fazer as escolhas mais adequadas dentro do cardápio típico. “É interessante optar por porções menores, nem que seja para dividir as delícias com amigos e familiares. Também é importante se manter hidratado, escolher opções in natura, como milho e pinhão, e trocar as frituras por alimentos assados.”

Mas o quentão e o vinho quente, estão liberados? A recomendação da nutricionista é que seja consumido um único copinho, daqueles de servir café. “O bom-senso é essencial para que a noite termine bem. Ter diabetes não é sinônimo de privação ou sacrifício. Pelo contrário. Com moderação, qualquer paciente pode levar uma vida normal e aproveitar tudo de bom que ela oferece. Basta ter consciência das consequências da doença e manter o controle da glicemia. Esse é o segredo.”

Já para as pessoas com doença celíaca, Thays Pegoraro recomenda o consumo de pamonha, curau, tapioca, canjica, arroz-doce, doce de abóbora, cocada, churrasco, cuscuz, milho cozido, pipoca, pinhão, quentão e vinho quente. “Eles não possuem glúten em sua composição e, portanto, estão liberados!”

Dicas da nutri para todos os festeiros:

– Não vá à festa com muita fome. Faça um pequeno lanche antes, assim é mais fácil evitar os excessos.

– Coma com atenção. Dessa forma, você consegue controlar melhor a saciedade durante o evento.

– Evite exageros no consumo dos doces típicos. Escolha apenas um.

– Beba bastante água. Assim, você se mantém hidratado e evita confundir a sensação de sede com a de fome.

– Após uma festa típica, no dia seguinte, a vida continua. Ou seja, basta voltar a consumir refeições saudáveis, praticar atividade física e ter boas noites de sono para que o seu corpo volte ao equilíbrio.

Compartilhe esse conteúdo

LEIA
mAIS