Na região de Marília, projeto do MPSP viabiliza acolhimento de mulheres vítimas de violência

Batizada de Não mexe comigo que eu não ando só, iniciativa contemplou 16 cidades

Após capacitação realizada em 3 de junho no âmbito do projeto Não mexe comigo que eu não ando só – Regional Bauru, 16 municípios do interior paulista estão habilitados para promover o acolhimento temporário de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar em hotéis da Rede Accor disponíveis na região. As cidades contempladas são Itápolis, Marília, Garça, Pederneiras, São Manuel, Ibitinga, Pratânia, Areiópolis, Chavantes, Canitar, Iacanga, Lençóis Paulista, São Pedro do Turvo, Barra Bonita, Ourinhos e Igaraçu do Tietê.
 
A atividade promovida nesta semana faz parte do Programa Acolhe, iniciativa do Instituto Bem Querer e Instituto Avon destinada a garantir abrigo a mulheres em situação de vulnerabilidade.
 
Nascido no MPSP, o projeto Não mexe comigo que eu não ando só – Regional Bauru tem entre seus objetivos fortalecer a rede protetiva e estruturar políticas públicas de defesa dos direitos das mulheres nas cidades participantes. Participam deste projeto as Promotorias de São Manuel, Barra Bonita, Garça, Pederneiras, Ibitinga, Lençóis Paulista, Santa Cruz do Rio Pardo, Itápolis, Chavantes, Garça, Iacanga e Marília.

Compartilhe esse conteúdo

LEIA
mAIS