Vereadora Vânia Ramos reivindica vagas para tratamento de menores dependentes químicos

Continua depois da publicidade

Requerimento de autoria da vereadora Vânia Ramos, liderança dos Republicanos de Marília, reivindica ao Município a abertura de vagas para tratamento de menores que sofrem de dependência química. Conforme a solicitação, aprovada durante da sessão de segunda-feira, dia 23 de maio, o governo municipal poderia envidar esforços junto à Secretaria da Saúde, Rede de Atenção Psicossocial para incluir Marília no Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas. “Inicialmente, a cidade poderia ofertar 30 vagas para adolescentes e menores dependentes químicos. Vagas estas em comunidades terapêuticas, com atenção clínica e todo um trabalho para a reinserção social dos menores em tratamento”, observou Vânia Ramos.

A vereadora lembrou que em Marília, o público abaixo dos 18 anos, quando em caso de dependência química, era atendido pelo então Hospital Psiquiátrico ‘André Luís’, localizado na vizinha Garça. “Porém, atualmente não são mais atendidos por essa instituição, sendo encaminhados para Lins ou até mesmo São Paulo”, detalhou. Além de ser mais distante de Marília – na comparação com a distância de Garça, a vereadora considerou que as vagas nestas cidades também estão cada vez mais raras.

“Quando transferidos para tais localidades, seus familiares relatam que encontram grandes dificuldades e obstáculos financeiros para o acompanhamento periódico”. Vânia Ramos lembrou que a criança e o adolescente possuem o direito à saúde e aos serviços destinados ao tratamento e recuperação da saúde. “É um direito constitucional que Marília precisa assegurar aos adolescentes”, concluiu a vereadora.

Compartilhe esse conteúdo

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA
mAIS