Chuva rompe barragem de represa e balneário de Quatá fica praticamente seco

Continua depois da publicidade

Um dos espaços turísticos da cidade de Quatá, a 100 quilômetros de Marília, perdeu praticamente todo o seu volume d’água. É a segunda vez que esta situação ocorre nos últimos sete anos. Após intensa chuva, houve o rompimento da barragem e toda a água da represa – um volume considerável – acabou se esvaziando.

O prefeito municipal de Quatá, Marcelo Pecchio, utilizou suas redes sociais para mostrar imagens da Defesa Civil de Quatá, detalhando os estragos. Mais cedo, nesta segunda-feira, dia 14, Pecchio concedeu entrevista ao vivo para uma emissora de televisão onde relatou que estaria se reunindo com o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, e que também já tinha dialogado com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. O Desenvolvimento Regional é a pasta estadual destinada ao atendimento das cidades do Interior paulista.

Embora o rompimento tenha causado grandes danos materiais e afetado diretamente um dos polos de entretenimento e lazer da região, não houve vítimas. A Prefeitura de Quatá corre contra o tempo para evitar que bairros rurais fiquem isolados, uma vez que houve rompimento também de uma importante ponte. Uma segunda ponte essencial para logística e deslocamentos na zona rural de Quatá está interditada.

Compartilhe esse conteúdo

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA
mAIS