Fiéis celebram neste sábado, 19, o Dia de São José, o padroeiro da Igreja Católica

Continua depois da publicidade

José era carpinteiro, descendia da família do rei Davi e, no começo da vida adulta, decidiu casar-se com uma jovem mulher chamada Maria. Viveu entre nós há mais de dois mil anos na região onde hoje se encontra a Palestina, no Oriente Médio. Resumidamente, esta é apresentação do santo que milhões de católicos celebram neste sábado, dia 19, no mundo todo: São José.

Declarado padroeiro mundial da Igreja Católica há mais de 150 anos, conforme consta na Bíblia, José foi o pai terreno de Jesus Cristo e o chefe da chamada Sagrada Família. Ensinou a Jesus o ofício de carpinteiro e reconheceu no filho que Maria trazia no ventre o Messias divino. As revelações de Deus com José sempre ocorriam através de sonhos e é por isso que existe a imagem representando José dormindo.

A palavra ‘José’ vem do termo hebraico Iodzet, que significa ‘Que Deus acrescenta’. Conforme as palavras do papa João Paulo II, cujo papado foi de 1978 a 2005, sendo um dos maiores de Roma, “São José era um homem justo, fiel e dócil à Palavra de Deus. Envolvido de perto no mistério da encarnação, foi-lhe pedido que acreditasse naquilo que humanamente era difícil compreender. Viu desabrochar e Maria uma vida que era de origem divina, e só a fé lhe permitiu não fugir diante do mistério: ‘Não temas, José’ – Mt 1,20”.

No Brasil, José é o padroeiro das profissões ligadas à madeira, ao artesanato e às esquadrias, como a de carpinteiro e a de marceneiro.

Compartilhe esse conteúdo

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA
mAIS